As vantagens do novo Programa de Educação Religiosa da Rede Sagrado

Há algum tempo, os coordenadores do Serviço de Orientação Religiosa da Rede Sagrado têm se reunido periodicamente para a revisão do PER: Programa de Educação Religiosa. Conversamos com coordenador geral do SORCAEP, Waldemar Bettio* para tirar algumas dúvidas a respeito da importância de todo este processo para os Colégios Sagrado Coração de Maria.

O que é o PER? 

Waldemar: Trata-se do Programa de Educação Religiosa da Rede Sagrado – Colégios Sagrado Coração de Maria. É constituído pelo Ensino Religioso, enquanto área de conhecimento, e pela Pastoral. Esta última está subdividida em ações solidárias – que enfatizam o protagonismo juvenil – e educação da fé – que contempla nossa identidade cristã católica. O PER estende-se na explicação das intenções do Ensino Religioso, com seus enfoques, grandes competências, conceitos fundantes, conteúdos estruturantes, fundamentos, objetivos e temas iluminadores, além de apresentar os conteúdos de cada Ano ou Série, com as respectivas habilidades e orientações didático-metodológicas.

Qual é a sua finalidade?

Waldemar:A finalidade do PER é garantir metodologia, qualidade e progressividade às ações do Serviço de Orientação Religiosa (SOR) da Rede Sagrado. Ele mune as educadoras e educadores de todos os elementos necessários para o exercício qualificado de sua missão humanizadora. Por intermédio das aulas de Ensino Religioso, das atividades solidárias em diversas frentes e das celebrações e retiros, o PER contribui para a formação integral da comunidade educativa, especialmente os estudantes, visando à vida em plenitude para todas e todos.

De que forma o PER diferenciará a Rede Sagrado das demais escolas confessionais?

Waldemar: O PER representará um diferencial da Rede Sagrado especialmente pelo caráter inovador da sua proposta para o Ensino Religioso enquanto disciplina escolar e área de conhecimento.  Nossa Educação Religiosa:

  • Assume a criaturalidade, a tradição, a transcendência e a eticidade como conceitos fundantes;
  • Considera o desenvolvimento cognitivo, psíquico, relacional e religioso das crianças e adolescentes;
  • Apresenta nossos Fundadores – Pe. Gailhac e Irmã Saint-Jean – como referenciais de pessoas a serviço;
  • Opta por uma abordagem científico-fenomenológica da temática religiosa, de forma a provocar um diálogo fundamentado entre o que dizem e fazem as religiões e suas instituições e a experiência religiosa dos estudantes. Tal proposta prioriza o ponto de vista da Filosofia da Religião e não o da(s) Ciência(s) da(s) Religião(ões) ou da Teologia, como é predominante em outras escolas confessionais.

Qual a previsão de conclusão do PER?

Waldemar: Nossa meta é concluí-lo em novembro deste ano. O essencial já está pronto. Porém, como houve uma verdadeira metamorfose em relação ao programa vigente, precisamos reformular os enfoques, adequar as habilidades e redimensionar as orientações didático-metodológicas. O resultado final será aplicado experimentalmente em 2016. Se a experiência demonstrar a necessidade de alguns ajustes, eles serão feitos. De qualquer modo, em 2017 o novo PER será oficializado, com a graça de Deus.

 *Waldemar Bettio: Articulador do SOR junto ao Centro Administrativo e Educacional da Província (CAEP); bacharel em Filosofia e em Teologia (FAJE – BH); pós-graduado em Metodologia do Ensino Fundamental e Médio e em Ensino Religioso (PUC-DF); professor de Ensino Religioso (9º Ano e EM) no Colégio Sagrado Coração de Maria – BH.