DESCUBRA COMO A MÚSICA PODE AUXILIAR NO DESENVOLVIMENTO DAS CRIANÇAS

Por Natasha Franco, Assessora de Comunicação do CSCM-RJ

Ouvir música é mais que um momento de lazer. Quando escutamos melodias que apreciamos, a experiência vai além do sentimento de bem-estar e das lembranças que podem surgir.

Segundo o professor de Música do Colégio Sagrado Coração de Maria do Rio de Janeiro, André Cabral, ouvir música auxilia no desenvolvimento acadêmico e da inteligência emocional das crianças.

Sabemos que, quando tomamos uma decisão, levamos em consideração tanto a emoção como a razão, o que justifica a necessidade de investimento no aprimoramento dessa inteligência. Vale lembrar que a palavra “emoção” tem raiz no latim “movere“, o que indica que, em qualquer emoção, há a propensão de um agir imediato. Nesse sentido, André lembra ainda que a música auxilia na expressão de si mesmo e na compreensão do mundo.

Na entrevista a seguir, o professor explica por que essa disciplina é tão importante e ensina como desenvolver nas crianças o apreço e a vontade de conhecer, cada vez mais, sobre o assunto. Confira!

  Como são realizadas as aulas na escola e como pais e mães podem fazer em casa para incentivar as crianças a desenvolver habilidades por meio da música?

Na escola, além da sala com quadro interativo, onde assistimos aos clipes, aprendemos letras e cantamos juntos, temos um espaço criado especialmente para as aulas de Música. Mas, antes, esse local era uma sala de aula normal. Nós transformamos o ambiente com a aplicação de símbolos de notas musicais, que fazem alusão à música, enfeitam o lugar e reforçam o conteúdo da disciplina. Esses elementos contribuem para que eles se ambientem e lembrem-se de forma mais assertiva do que estão estudando durante nossos encontros. Há também o mural, onde colocamos frases de músicas escritas e escolhidas pelos próprios alunos.

Trata-se de um local bem interessante porque proporciona um envolvimento maior entre as crianças e a aula. Dessa forma, elas se expressam e compartilham com os amigos de classe sua cultura e seu gosto musical.

 

Isso favorece a socialização e torna os alunos mais acessíveis à aula. Penso que, em casa, os responsáveis podem criar um espaço mais aconchegante e convidativo para seus filhos explorarem com ainda mais gosto o universo musical.

Quais diferenças foram percebidas com a criação dessa sala especial?

Uma das mudanças que percebi foi em relação à postura deles. Na sala de aula tradicional, eles se mostravam menos sensíveis à arte.

A sala de Música contribuiu pra que eles se sintam mais motivados. Inclusive, nesse espaço ambientado, eles têm a oportunidade de manisfestar seus dotes musicais de forma mais livre. Se desejarem, podem utilizar o tapete para assistir às aulas. Não são obrigados a ficar sentados somente nas cadeiras. No centro da sala, tem um espaço que chamamos de “nosso palco”. Toda vez que um deles é conclamado a fazer um exercício individual, é convidado a se dirigir a esse lugar. Eles se sentem mais à vontade para se apresentar perante os demais alunos da turma, uma prática que trabalha ainda os sentimentos de autoconfiança e segurança.

Como a música pode influenciar nos resultados acadêmicos das crianças e jovens?

A música contribui para a concentração, memória, criação de vínculos e para o desenvolvimento do raciocínio lógico, tão importante para a Matemática e outras áreas acadêmicas.

Quais dicas de músicas você daria para mães e pais apreciarem com seus filhos?

Depende da cultura e do gosto musical da família e da criança. Trata-se de uma questão de afinidade e descoberta do estilo musical mais adequado a cada situação. A música brasileira é extremamente rica e recebeu, ainda, influências de várias vertentes musicais estrangeiras.

Acredito que o importante é a criança ter contato com os diversos estilos, o que, certamente, somará bastante para a vivência musical dela e a tornará uma pessoa mais sensível e respeitosa às diversidades.

Quais artistas você considera imprescindíveis para a formação musical das crianças?

No CSCM-RJ, desenvolvemos um projeto chamado “Toca Lá Em Casa”, em que o aluno leva para casa um material bibliográfico e fonográfico de algum compositor ou músico específico. Sempre escolhemos um compositor que avaliamos como significativo no contexto musical e instigamos que o aluno e a família o descubram ou aprofundem seus conhecimentos sobre ele. De forma geral, na música de concerto, sugiro compositores como Bach, Beethoven, Brahms e Dvorak; na Música Popular Brasileira, Cartola, Noel Rosa, Tom Jobim, Luiz Gonzaga e Milton Nascimento.

Confira 10 dicas de música do professor André Cabral para ouvir em casa com seu filho:

1- Prelúdios e Fugas (Bach)

2- Sinfonia nº 1 (Beethoven)

3- Réquiem (Brahms)

4- Sinfonia nº 9 (Dvorak)

5- O Sol Nascerá (Cartola)

6- Feitiço da Vila (Noel Rosa)

7- Dindi (Tom Jobim)

8- Asa Branca (Luiz Gonzaga)

9- Maria, Maria (Milton Nascimento)

10- Arrastão (Vinícius de Moraes e Edu Lobo)

E aí, gostou das dicas do CSCM – RJ? Se sim, comente e compartilhe esse post.

Clique aqui e conheça outras práticas pedagógicas, atividades e projetos significativos desenvolvidos pela Rede Sagrado

       

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *