DestaqueEducacional
Exercitando a criatividade por meio da colagem

Postado em: 21 de janeiro de 2022

A colagem é uma atividade divertida e que geralmente desperta o interesse das crianças. Mais do que um lazer, a técnica de colagem contribui para o desenvolvimento infantil de inúmeras maneiras, estimulando a criatividade, a psicomotricidade e a expressão artística de cada um. 

Leia esse post para entender os benefícios dos trabalhos com colagem e conhecer algumas ideias para essa prática!

Psicomotricidade

Psicomotricidade é um conceito relacionado aos movimentos do corpo, noção de espaço e coordenação motora. A colagem contribui para essas funções, assim como para outras atividades que também utilizam as mãos.

As colagens promovem os estímulos necessários para o desenvolvimento da coordenação motora fina, aquela voltada para movimentos mais delicados e específicos. A ideia é estimular as mãos e os dedos, de forma que, no futuro, a criança tenha facilidade para desenvolver a coordenação necessária para utilizar lápis e canetas, por exemplo.

Autonomia

Antes de começar a colagem, a criança deve optar pelo material utilizado, pelas cores e pela figura que deseja criar, mesmo que seja uma arte abstrata. Essas escolhas dizem respeito à capacidade de tomar decisões e, portanto, contribuem para a autonomia. 

Auxiliar seus filhos na formação de autonomia é fundamental para que eles consigam enfrentar desafios na vida adulta. Por isso, ofereça opções e ajude-os a fazer escolhas inteligentes.

Formas e figuras

Qualquer material pode ser utilizado para construir colagens geométricas. Assim, a criança conhece as formas, entende o conceito de simetria e descobre como adequar o material utilizado às figuras que deseja formar com ele.

Capacidade de expressão

O ensino da arte contribui para a criatividade e para a ampliação de possibilidades de expressão das crianças. Utilizando diferentes materiais, é possível experimentar diversas sensações, texturas e resultados estéticos, o que aumenta as habilidades artísticas e, consequentemente, a capacidade de expressão.

O desenvolvimento da percepção visual e a valorização da arte de autoria própria também são contribuições relevantes.

Materiais que podem ser usados na colagem:

  • barbante 
  • areia
  • algodão
  • papéis de diferentes texturas (papel crepom, celofane, camurça, papel de seda)  
  • sementes e grãos
  • cascas de ovos
  • serragem
  • lantejoulas 
  • glitter
  • botões (de diferentes tamanhos)
  • macarrão
  • palitos de fósforo
  • folhas secas

Algumas sugestões de atividades

É possível desenhar ou imprimir figuras onde praticar a colagem. Algumas ideias são:

  • Colagem com casca de ovo – pintinho
  • Colagem sementes e papel – girassol
  • Colagem com algodão e cotonetes – nuvem
  • Colagem com algodão e papel colorido – Papai Noel
  • Colagem abstrata com fios de lã coloridos

História da arte

Outra sugestão é utilizar colagens para recriar quadros ou gravuras famosas. Inserir a criança no mundo da arte adiciona um novo componente cultural na atividade, que pode trazer resultados incríveis. Algumas obras interessantes para apresentar aos pequenos são:

  • Noite estrelada, de Van Gogh
  • Composição com vermelho, amarelo e azul, de Mondrian
  • Estudo de cores, de Kandinsky
  • Abaporu, de Tarsila do Amaral

A colagem é uma técnica adorada pelas crianças, que potencializa a imaginação, contribui para as habilidades motoras e promove a autonomia. 

Para conhecer outras estratégias de desenvolvimento lúdicas e prazerosas, acompanhe a Rede Sagrado nas mídias sociais! 

Compartilhe este conteúdo com outros pais!