Sem categoria
A participação da família no processo de desenvolvimento escolar da criança

Postado em: 10 de novembro de 2021

A cooperação entre família e escola está entre os fatores mais importantes para o sucesso no desenvolvimento escolar. Embora tenham funções distintas, estes dois agentes devem estar sempre conectados. E, dificilmente, é possível cumprir os objetivos educacionais sem o auxílio um do outro.

Nesse artigo, a Rede Sagrado – Colégios Sagrado Coração de Maria explica porque a relação entre escola e família é fundamental para qualquer criança.

Continue a leitura!

Qual o papel da família?

Desde o nascimento, a família é o primeiro modelo de comportamento para a criança. É por meio dos familiares que ela conhece o “outro” e entende que existem diferenças e semelhanças entre as pessoas. O ambiente familiar é onde primeiramente são trabalhadas as relações de afeto.

É, também, a família que auxilia a criança na interação com o mundo, intermediando as relações e processos familiares, de forma que essa interação seja benéfica e rica em aprendizado.

Para a criança, a família é um importante parâmetro de conduta, costumes e convivência. Por isso, cabe à família incentivar hábitos positivos, como a gentileza, a polidez e a leitura por lazer, por exemplo.

Qual o papel da escola?

A responsabilidade da escola é ensinar o conteúdo didático, auxiliar no desenvolvimento de habilidades e promover uma formação cidadã de acordo com os valores éticos da instituição. Por isso, escolher uma escola com valores éticos similares aos da família é muito importante.

Socialmente, a escola deve democratizar o conhecimento e encontrar maneiras de preparar as crianças para os desafios do mundo real. Sejam esses desafios no mercado de trabalho ou em outros segmentos.

Mais do que simplesmente transmitir conhecimento, a escola deve gerar condições para que a criança consiga aprender e desenvolver-se. A capacidade de pensamento crítico faz parte dessa dinâmica.

Como a família e a escola podem se unir em benefício da criança?

O relacionamento entre família e escola tem uma série de vantagens no desenvolvimento escolar da criança. É, inclusive, comprovado que o desempenho acadêmico é melhor quando há a presença familiar no processo de aprendizagem.

Veja aqui como a família pode potencializar o trabalho realizado pela escola:

Acompanhamento de aulas e tarefas

Especialmente na Educação Infantil e nos primeiros anos do Ensino Fundamental, a criança leva novos conhecimentos para casa quase diariamente. Quando a família demonstra interesse por esses conhecimentos, a criança torna-se mais confiante na escola e sente-se acolhida em casa. Com confiança e acolhimento, há também mais entusiasmo para estudar.

Além disso, em qualquer idade, ajudar os filhos com a lição de casa é a forma mais simples de compreender quais são as habilidades, facilidades e dificuldades deles. É uma maneira de conhecer melhor o estudante e ajudá-lo a superar obstáculos. 

É relevante que a criança desenvolva a responsabilidade de fazer deveres e atividades escolares, mas a família precisa oferecer apoio nesse processo. Conferir a agenda e/ou os cadernos e auxiliar seu filho na realização das tarefas é uma maneira de fazer isso, até que ela desenvolva autonomia e crie hábitos de estudo.

Conversar sobre a rotina escolar

Conversar sobre os acontecimentos da escola também é relevante para incentivar o interesse pelos estudos e prevenir a indisciplina. A criança precisa valorizar o tempo que passa ao lado dos colegas e professores. E, para isso, é importante que a família também valorize esse tempo. 

Situações nas quais a família só tem interesse pela vida escolar quando aparecem problemas, como mau rendimento ou brigas, são extremamente prejudiciais. Para a criança, a atenção recebida pode ser motivo para se comportar mal novamente a fim de ter a presença e atenção restabelecidas. Outra possibilidade é o medo de pedir ajuda e receber desaprovação por parte dos pais, gerando inibição, caso no futuro tenha qualquer dificuldade com o conteúdo. 

Desenvolvimento cognitivo

Durante a infância, o cérebro está em constante evolução e, por isso, o desenvolvimento cognitivo é mais intenso. Realizar atividades lúdicas, jogos educativos e brincadeiras relacionadas aos conteúdos desenvolvidos na escola contribui para o desenvolvimento de questões como linguagem, memória e raciocínio lógico.

O processo de desenvolvimento escolar da criança deve ocorrer sempre por meio de uma parceria entre família e escola. A escola deve incentivar a participação da família nas atividades pedagógicas e a família deve adotar uma postura colaborativa, visando o aprendizado e a construção de valores. Somente assim, o aluno sente-se motivado e acolhido.

Para que a escola consiga cumprir com o papel plenamente, é necessário o apoio da família. Ambos são alicerces para a construção cognitiva, ética e social das crianças.

Escolha uma instituição de ensino que valorize a parceria entre família e escola! 

Conheça a Rede Sagrado – Colégios Sagrado Coração de Maria.

Agende já uma visita!