DestaqueEnsino Médio
Hábito de leitura na adolescência

Postado em: 12 de janeiro de 2022

É comprovado cientificamente que a longo prazo o hábito da leitura tem uma série de benefícios, como o aumento do vocabulário, da capacidade de empatia e da habilidade de interpretação de textos. O estímulo cognitivo proporcionado também contribui no fortalecimento do cérebro contra problemas neurológicos e até na redução do estresse.

fonte: https://www.healthline.com/health/benefits-of-reading-books#reduces-stress

Para os adolescentes, as férias são o período ideal para desenvolver esse hábito. Nessa fase, a leitura pode ser também uma ferramenta de descobrimento do mundo, de conhecimento e de formação das perspectivas de vida. 

Estimular o interesse pela literatura é uma atitude de pais que participam da vida escolar e preocupam-se em criar condições favoráveis ao sucesso e à saúde na vida adulta de seus filhos.

Pensando nisso, a Rede Sagrado traz algumas dicas para auxiliar as famílias na formação do hábito de leitura em casa. Além disso, os Colégios Sagrado Coração de Maria são equipados com bibliotecas em todas as unidades, a fim de incentivar a leitura de obras de acordo com a idade do aluno.

Confira as dicas:

Como incentivar a leitura em casa?

Estimular o hábito da leitura requer diálogo, exemplo e algumas estratégias para gerar interesse na literatura. Além da leitura em si, pode-se utilizar essas mesmas estratégias para estreitar os laços familiares. Saiba quais são:

Seja um exemplo 

Quando os pais incentivam o adolescente a ler, mas nunca são vistos lendo, estão passando uma mensagem confusa. Se a leitura é tão importante, por que a família não tem esse hábito? 

Dessa forma, a primeira dica para incentivar a leitura entre os jovens, é dar um bom exemplo. A leitura deve ser parte do cotidiano da família, gerando curiosidade e interesse pelos livros nas gerações mais novas. Livros, revistas e jornais podem ser usados individualmente e, quando possível, a família pode ler obras em conjunto também.

Comece com personagens famosos

Para quem ainda não possui o hábito da leitura, é mais fácil ter interesse por personagens já conhecidos. Assim os pais podem recomendar livros cujos personagens já são conhecidos, como personagens de filmes, séries e peças de teatro e assim despertar a curiosidade do adolescente.

Muitos desses livros são clássicos, como a saga Harry Potter e a sequência Anne com E. Outros foram escritos e rapidamente adaptados para as telas, como os brasileiros Cinderela Pop e Fala Sério Mãe!. O ideal é que essas leituras sejam a porta de entrada para o mundo literário, e a partir delas o jovem adquira gosto pela atividade.

Aplicativos de leitura

Existem apps específicos para a leitura de livros no tablet ou no smartphone, o que é uma facilidade para a geração Z e para a geração Alpha (crianças e adolescentes de hoje). O Kindle, o Google Books e o iBooks são alguns exemplos. Para utilizá-los, basta comprar o e-book desejado no próprio app. 

Outra ideia legal é usar a tecnologia para contabilizar as leituras. Existem sites e aplicativos em que leitores compartilham resenhas e opiniões, criam listas de desejos de livros e mostram aos amigos o que já leram. O Goodreads é uma boa opção, que ajuda a descobrir novos livros dentro da área de interesse de cada leitor.

Converse sobre os livros

Utilizar a literatura para conectar-se aos filhos é uma boa estratégia de aproximação. Afinal, o diálogo é sempre positivo na relação familiar, e é uma maneira de mostrar interesse pelos gostos do adolescente e aproximar-se de seu mundo.

Os pais podem ler os mesmos livros que os filhos, para então conversar sobre a temática da leitura. Outra opção é perguntar sobre a história e mostrar interesse, estimulando o jovem a refletir sobre o que leu. O responsável pode até propor a leitura de uma obra que marcou a sua própria adolescência, por exemplo.

Ler não é castigo

A leitura é uma atividade prazerosa, que jamais deve ser associada a uma punição. A leitura imposta pelos pais dificilmente poderá se transformar em um hobbie ou hábito. Essa atividade deve ser incentivada, mas também precisa ser opcional.

O hábito da leitura é vantajoso para o processo de aprendizagem e pode promover a união familiar. Demonstrar desde cedo a importância e o valor da leitura no cotidiano é o ideal para tornar essa prática duradoura e prazerosa. 

Se você gostou do conteúdo, compartilhe com alguém que também irá gostar! 

Continue acompanhando a Rede Sagrado e leia os demais artigos disponíveis no blog